15.4 C
Brazil
Tuesday, July 16, 2024
HomeGERALMarinho diz que oposição irá recorrer da decisão de Pacheco sobre vagas...

Marinho diz que oposição irá recorrer da decisão de Pacheco sobre vagas na CPMI de 8 de Janeiro

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Presidente do Congresso indeferiu pedidos do PL e do Novo, e bloco contrário ao governo perdeu duas vagas; senador defende que seja aplicada regra que considera o tamanho dos partidos, e não dos blocos

Rogério Marinho é o líder da oposição no Senado

O líder da oposição no Senado, o senador Rogério Marinho (PL-RN), disse nesta sexta-feira, 5, que os partidos de oposição irão recorrer da decisão do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), de manter o critério de proporcionalidade para a divisão das vagas para a CPI Mista que irá apurar os atos de 8 de Janeiro, o que acabou resultando em uma parcela menor de cadeiras destinada à oposição. Mais cedo, Pacheco divulgou a divisão por blocos das 32 vagas na CPMI. O bloco governista garantiu 15 vagas, e o independentes 8. A oposição ficou com 9 vagas. Para conseguir uma fatia maior no colegiado, a oposição havia pleiteado ao presidente do Congresso Nacional mais duas vagas, que seriam destinadas à minoria, o que acabou sendo recusado por Pacheco, de acordo com a decisão divulgada nesta manhã. A discussão pelo número de cadeiras começou com a mudança de bloco partidário pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), em uma manobra a favor do governo, já que o número de integrantes por comissão é definido pelo tamanho de cada bloco.

“É evidente que é uma decisão que tenha legitimidade por ter sido feita pela Mesa Diretora da Casa, mas achamos que ela é equivocada. Nós iremos recorrer dessa decisão, inicialmente à CCJ. Esperamos que ela tramite com a mais rapidez possível que o caso exige. Não vamos deixar de indicar nossos representantes”, disse Marinho sobre o critério usado para a divisão das vagas. O senador defende que seja aplicada na CPMI a mesma regra aplicada na Comissão Mista de Orçamento, que considera o tamanho dos partidos, e não dos blocos, o que, neste caso, daria mais vantagens à oposição, formado pelo PL, PP e Republicanos. Marinho disse esperar que a solicitação para as mudanças nas vagas não seja usada como justificativa para o adiamento da instalação da CPMI, o que deve acontecer na segunda quinzena de maio.

FONTE: JOVEM PAN

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler