29 C
Brazil
Wednesday, April 24, 2024
HomeBRASILTelegram cumpre decisão do STF, apaga mensagem contra PL das Fake News...

Telegram cumpre decisão do STF, apaga mensagem contra PL das Fake News e envia retratação

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Ministro Alexandre de Moraes havia determinado suspensão do aplicativo de mensagens caso descumprisse determinações da Corte sobre post contra projeto que prevê regulação das redes sociais

Aplicativo de mensagens Telegram havia publicado uma nota contrária ao PL 2630/2020

Ministro Alexandre de Moraes havia determinado suspensão do aplicativo de mensagens caso descumprisse determinações da Corte sobre post contra projeto que prevê regulação das redes sociais

O aplicativo Telegram cumpriu nesta quarta-feira, 10, a decisão determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e apagou a mensagem enviada na última terça-feira, 9, contra Projeto de Lei 2630/2020 – conhecida como PL das Fake News. Na publicação enviada às 15h, além de excluir o conteúdo prévio, a empresa ressaltou que trata-se de uma decisão judicial e que, portanto, foi “obrigada” a cumpri-la. Após o ressalvo, o Telegram anexou uma mensagem que o magistrado da Suprema Corte determinou que fosse encaminhada: “Por determinação do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, a empresa Telegram comunica: A mensagem anterior do Telegram caracterizou FLAGRANTE e ILÍCITA DESINFORMAÇÃO atentatória ao Congresso Nacional, ao Poder Judiciário, ao Estado de Direito e à Democracia Brasileira, pois, fraudulentamente, distorceu a discussão e os debates sobre a regulação dos provedores de redes sociais e de serviços de mensageria privada (PL 2630), na tentativa de induzir e instigar os usuários a coagir os parlamentares”.

A exclusão do conteúdo ocorreu por volta das 14h30 no mesmo canal onde a mensagem anterior havia sido enviada e o episódio marca mais um capítulo na disputa entre as bigh techs e a possível regulação das redes sociais através do projeto de lei. Ainda hoje, o ministro Moraes já havia condicionado a permanência do aplicativo no ar ao envio da retratação. Caso a empresa não excluísse os ataques à PL 2630/2020 e não enviasse uma retratação, o app seria suspenso por 72 horas. “A conduta do TELEGRAM configura, em tese, não só abuso de poder econômico às vésperas da votação do Projeto de Lei, por tentar impactar de maneira ILEGAL e IMORAL a opinião pública e o voto dos parlamentares – mas também flagrante induzimento e instigação à manutenção de diversas condutas criminosas praticadas pelas milícias digitais investigadas no INQ 4.874. […] Lamentavelmente, a empresa TELEGRAM INC. é reincidente em práticas que, por ação ou omissão, permitem a proliferação criminosa de mensagens fraudulentas. Dessa vez, entretanto, a situação foi mais grave, pois foi a própria empresa TELEGRAM INC. quem produziu e veiculou a mensagem fraudulenta, sendo ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIA A IMEDIATA CESSAÇÃO DA GRAVÍSSIMA LESÃO AO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E SUA REPARAÇÃO”, considerou o ministro em seu despacho.

FONTE: JOVEM PAN

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler