29 C
Brazil
Wednesday, April 24, 2024
HomeMUNDOTermômetros voltam a subir na Grécia, onde o fogo arrasa ilhas turísticas.

Termômetros voltam a subir na Grécia, onde o fogo arrasa ilhas turísticas.

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

A Grécia, apesar de estar acostumada às altas temperaturas no verão, está sofrendo uma das ondas de calor mais longas dos últimos anos.

Uma nova alta das temperaturas ameaça a Grécia nesta quarta-feira (26), onde os incêndios continuam assolando as ilhas de Rodes, Corfu e Eubeia e já deixaram três mortos, em uma das ondas de calor mais longas já enfrentadas pelo país.

Após uma trégua na segunda-feira, na terça houve um novo pico de calor, com temperaturas de 42 °C no centro e sul do país, que voltaram a subir nesta quarta a “45 °C” nestas regiões “antes de baixar 5 graus” na quinta, segundo o serviço meteorológico nacional, EMY.

Em Ática, no arredores de Atenas, o termômetro alcançará “entre 43 °C e 44 °C”, segundo a mesma fonte.

A turística Acrópole, em Atenas, declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, fechará nesta quarta às 11h locais (5h em Brasília) devido às altas temperaturas, informou o Ministério da Cultura.  Todos os sítios arqueológicos da Grécia estarão fechados durante as horas mais quentes do dia, como já fizeram na semana passada, em plena temporada de férias de verão.

A Grécia, apesar de estar acostumada às altas temperaturas no verão, está sofrendo uma das ondas de calor mais longas dos últimos anos, segundo os especialistas. No domingo, a temperatura registrou um pico de 46,4 °C em Gythium, na península do Peloponeso (sudoeste).

Segundo o Observatório Nacional de Atenas, o recorde absoluto na capital foi registrado em junho de 2007, com 44,8 °C. A nível nacional, foi estabelecido em julho de 1977 com 48 °C em Elêusis, perto de Atenas.

Luto

Os incêndios que assolam o país há mais de dez dias continuam queimando as turísticas ilhas de Rodes, no sudeste do mar Egeu; de Corfu, no outro extremo do país, no mar Jônico (noroeste); e de Eubeia, perto de Atenas.

Pelo menos cem bombeiros trabalhavam nesta quarta-feira em Eubeia, onde dois pilotos da Força Aérea morreram na terça-feira quando seu avião de combate às chamas caiu em uma ribanceira.

O Estado-Maior grego declarou três dias de luto. O corpo carbonizado de uma terceira vítima também foi encontrado na ilha.

“Perderam a vida salvando vidas”, declarou o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis.

Um total de 266 bombeiros, apoiados por três helicópteros e dois aviões, tentam conter o fogo que arde pelo nono dia consecutivo em Rodes, onde milhares de turistas foram evacuados no fim de semana.

Habitantes desta ilha, principalmente do sul, reclamam da situação.

“Uma semana sem eletricidade, água e telefone”, se queixa Vassilis, que não quis revelar seu sobrenome.

Ruas desertas, restaurantes e comércios fechados… a costa vive ao som de caminhões de bombeiros e veículos de voluntários.

Para Christos Kitsos, morador da ilha e funcionário de um hotel de luxo, “as autoridades falharam. O prefeito, o governador, o governo. Todos!”

Em Corfu, 62 bombeiros, dois aviões e dois helicópteros combatem o fogo que começou no fim de semana.

No oeste de Peloponeso, 140 bombeiros e um helicóptero lutam também contra um incêndio florestal.

“Um verão difícil”

Na terça-feira, o primeiro-ministro grego, Kyriacos Mitsotakis, considerou que o combate aos incêndios vai ser “difícil”.

“Vivemos os reflexos da crise climática”, disse. “Temos pela frente um verão difícil”, afirmou ao conselho de ministros, segundo imagens da ERT.

As temperaturas extremas combinadas com fortes ventos de até 60 km/hora no mar Egeu provocam incêndios importantes há oito dias.

Segundo estimativas do braço grego da ONG World Wide Fund for Nature (WWF), 35 mil hectares de floresta e vegetação foram destruídos na semana passada no país.

Vários países da Europa, Estados Unidos e China sofrem neste verão com ondas de calor agravadas pelas mudanças climáticas, segundo cientistas.

No sul da Croácia, dezenas de bombeiros combatem, com a ajuda de aviões, um incêndio florestal perto da famosa e muito turística cidade medieval de Dubrovnik, na orla do mar Adriático.

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler