22.8 C
Brasil
domingo, março 3, 2024
HomeBRASILTemer sai em defesa de Bolsonaro e diz que não há motivo...

Temer sai em defesa de Bolsonaro e diz que não há motivo para sua prisão

Date:

Related stories

FGTS digital começa hoje; veja como vai funcionar

Os empregadores poderão fazer uso de uma plataforma com...

Fluminense conquista título da Recopa Sul-Americana sobre a LDU

Jhon Arias marcou duas vezes para garantir o troféu...

PF retira invasores da Terra Indígena Pacaás Novas em Rondônia

Um dos invasores foi preso em cumprimento a um...

Corregedoria-Geral do MPRO prestigia posse da nova composição do CNCGMPEU

Evento é realizado em Manaus (AM) Porto Velho, RO - A...
spot_imgspot_img

Usurpador da presidência defendeu seu sucessor, que planejou um golpe de estado no Brasil

Porto Velho, RO – Michel Temer (MDB), que usurpou a presidência da República após o golpe de 2016 contra a ex-presidente Dilma Rousseff, expressou seu apoio a Jair Bolsonaro (PL), afirmando que não enxerga razões para a prisão do ex-presidente.

Em uma entrevista à CNN nesta quinta-feira (8), Temer se pronunciou sobre a Operação Tempus Veritatis, conduzida pela Polícia Federal (PF) e autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. A operação investiga uma alegada organização criminosa envolvida em planos de golpe de Estado e desmantelamento do Estado Democrático de Direito.

Segundo Temer, com base nos eventos conhecidos até o momento, não há fundamentos para a prisão de Bolsonaro. Ele destacou que, embora haja perspectivas futuras, estas dependem da concretização de fatos específicos. Temer ressaltou a atitude de Bolsonaro ao entregar seu passaporte à Polícia Federal, afirmando que o ex-presidente “acertou” ao fazê-lo.

Na visão de Temer, o episódio do 8 de janeiro envolveu uma tentativa de golpe de Estado, porém ele considera que o movimento carecia de um plano completo. Ele argumentou que embora possa ter havido a participação de alguns generais próximos a Bolsonaro, as Forças Armadas não estariam alinhadas com tais ações.

As evidências contra Bolsonaro até o momento incluem sua suposta participação em reuniões suspeitas e o pedido de revisão de um documento que delineava um golpe de Estado. Os investigadores também apontam que Bolsonaro teria convocado os comandantes das forças militares para pressioná-los a aderir ao golpe após realizar mudanças na minuta do decreto. Os registros de acesso do Palácio do Alvorada indicam a presença do auxiliar encarregado das alterações na minuta, Filipe Martins, em uma reunião com Bolsonaro e os comandantes militares.

Além disso, as reuniões supostamente relacionadas ao golpe, incluindo uma transmissão ao vivo feita por Bolsonaro em 2021 e uma reunião de cúpula do governo em 2022, estão sendo consideradas como parte do conjunto de evidências contra o ex-presidente. Em conclusão, Temer enfatiza que, embora haja suspeitas e investigações em curso, os fatos apresentados até o momento não justificam a prisão de Bolsonaro, conforme sua análise dos eventos.

Fonte: Brasil247

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler