20.9 C
Brazil
Thursday, May 30, 2024
HomeBRASILMinistério da Saúde investiga distorções nos dados do SUS em 467 municípios.

Ministério da Saúde investiga distorções nos dados do SUS em 467 municípios.

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Diversas prefeituras registraram aumentos repentinos na produção, segundo site.

Dados de produção do Sistema Único de Saúde (SUS) potencialmente exagerados ou discrepantes estão sendo analisados pelo Ministério da Saúde, do governo federal. O registro das informações foi feito nos últimos anos por 467 municípios do país, ou seja, são investigadas cerca de 8% das 5,5 mil cidades no território brasileiro.

As informações foram publicadas pela coluna Guilherme Amado, do Metrópoles, e apontam que números dados por prefeituras de Alagoas contrastam com a realidade dos sistemas de saúde pública locais. Diversas prefeituras registraram aumentos repentinos na produção, segundo o site.

Teria sido descoberto, ainda, um esquema de falsificação de dados das prefeituras do Maranhão para aumentar artificialmente o teto de recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS) que deputados e senadores podiam indicar. Com isso, prefeituras passaram, sob indicação do Congresso, a receber recursos milionários de que não precisavam.

Investigação

Foi a partir disso, segundo a coluna, que o Ministério da Saúde elaborou uma lista de municípios cujos dados são suspeitos e analisa se a produção relatada ao SUS corresponde à realidade para encaminhar os achados aos órgãos competentes.

Só os dados analisados do Maranhão teriam resultado em um pedido de restituição pelo AudSUS, órgão de auditoria interna do SUS, de R$ 53 milhões enviados indevidamente ao sistema de saúde dos municípios. Ainda estão em andamento outras auditorias, em cidades não reveladas pelo Ministério.

A reportagem do Grupo Liberal solicitou à Pasta mais informações sobre a investigação e questionou se há algum município do Pará na lista dos investigados. O veículo aguarda retorno.

Resposta

À coluna do Metrópoles, o Ministério informou que, “ao detectar números de produção excessivos ou discrepantes, encaminha os achados aos órgãos competentes para ações de auditoria e controle”. “Atualmente, estão sendo analisados dados de produção informados por 467 municípios de todo o país”.

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler