31.3 C
Brazil
Friday, May 24, 2024
HomeBRASILPara pressionar governo pela reforma ministerial, Lira adia votação do arcabouço fiscal.

Para pressionar governo pela reforma ministerial, Lira adia votação do arcabouço fiscal.

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Relator da nova regra fiscal, deputado Cláudio Cajado (PP), já anunciou que o relatório está pronto para ir ao plenário da Câmara dos Deputados.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), durante sessão na Câmara dos Deputados.

Após reunião com líderes de bancadas nesta terça-feira, 1º, o presidente da Câmara dos DeputadosArthur Lira (PP), deve adiar, por tempo indeterminado, a votação do projeto do arcabouço fiscal na Câmara dos Deputados. A decisão frustra os planos da articulação política do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de acelerar a aprovação das pautas econômicas. O relator da nova regra fiscal, deputado Cláudio Cajado (PP), já anunciou que o relatório está pronto para votação caso haja consenso entre os partidos. No entanto, legendas defendem o adiamento da votação para pressionar o governo a avançar na reforma ministerial. Os partidos do Centrão estariam segurando a aprovação para negociar cargos no governo. A aprovação do arcabouço é fundamental para o Palácio do Planalto para possibilitar o avanço da elaboração e votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano que vem.

Após reunião com líderes de bancadas nesta terça-feira, 1º, o presidente da Câmara dos DeputadosArthur Lira (PP), deve adiar, por tempo indeterminado, a votação do projeto do arcabouço fiscal na Câmara dos Deputados. A decisão frustra os planos da articulação política do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de acelerar a aprovação das pautas econômicas. O relator da nova regra fiscal, deputado Cláudio Cajado (PP), já anunciou que o relatório está pronto para votação caso haja consenso entre os partidos. No entanto, legendas defendem o adiamento da votação para pressionar o governo a avançar na reforma ministerial. Os partidos do Centrão estariam segurando a aprovação para negociar cargos no governo. A aprovação do arcabouço é fundamental para o Palácio do Planalto para possibilitar o avanço da elaboração e votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano que vem.

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler