29 C
Brazil
Wednesday, April 24, 2024
HomeBRASILRelator vota contra recurso de Jair Bolsonaro para reverter inelegibilidade no TSE

Relator vota contra recurso de Jair Bolsonaro para reverter inelegibilidade no TSE

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Benedito Gonçalves rejeitou o recurso apresentado pela defesa do ex-presidente para derrubar a decisão que o tornou inelegível até 2030; ministro André Ramos Tavares acompanhou o voto do relator

O ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), relator do recurso apresentado pela defesa de Jair Bolsonaro para derrubar a decisão que tornou o ex-presidente inelegível por 8 anos, votou para rejeitar a ação movida pelos advogados. O relator foi acompanhado pelo ministro André Ramos Tavares, que também votou contra a ação e estabeleceu o placar em 2 a 0. O julgamento foi iniciado na madrugada desta sexta-feira no plenário virtual do tribunal. Benedito manteve-se alinhado com seu voto dado em junho deste ano para condenar Bolsonaro por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação. A condenação se deu em virtude da reunião realizada com embaixadores, em julho do ano passado, no Palácio da Alvorada, na qual o ex-presidente deu declarações que criavam suspeitas sobre a lisura do sistema eletrônico de votação. A legalidade do encontro foi questionada em ação movida pelo PDT. No julgamento a corte decidiu, por 5 a 2, pela inelegibilidade.

No recurso apresentado no TSE, os advogados de Bolsonaro alegam que houve cerceamento de defesa no julgamento pela falta de análise de todos os argumentos apresentados por eles e para apresentação de testemunhas. Além de Gonçalves, ainda vão votar os ministros Floriano de Azevedo Marques, André Ramos Tavares, Raul Araújo, Cármen Lúcia, Nunes Marques e Alexandre de Moraes. O julgamento segue até o dia 28 de setembro e, caso a decisão se mantenha, permanece o entendimento de que Bolsonaro fica inelegível até 2023.

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler