27.4 C
Brazil
Sunday, July 14, 2024
HomeGERALDeputados de Rondônia: Confira os votos no projeto de lei que amplia...

Deputados de Rondônia: Confira os votos no projeto de lei que amplia as penas para os crimes de furtos e roubos

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Saiba como se posicionou a bancada federal do estado

Porto Velho, RO – A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira (31) projeto de lei que aumenta as penas para os crimes de furto, roubo, receptação de produtos roubados, latrocínio (roubo seguido de morte) e outros. A proposta será enviada ao Senado. De Rondônia, sete parlamentares votaram a favor. São eles: Coronel Chrisóstomo, do PL; Sílvia Cristina, do PL; Thiago Flores, do União Brasil; Cristiane Lopes, do União Brasil; Lebrão, União Brasil; Maurício Carvalho, do União Brasil; e Fernando Máximo, do União Brasil. Lúcio Mosquini, do MDB, não apareceu na lista de prós e contras divulgada pela Câmara Federal.

O texto aprovado é um substitutivo do deputado Alfredo Gaspar (União-AL) para o Projeto de Lei 3780/23, do deputado Kim Kataguiri (União-SP) e outros.

A pena geral de furto passa de reclusão de 1 a 4 anos para 2 a 6 anos, aumentando-se da metade se o crime é praticado durante a noite.

No caso do furto qualificado, cuja pena continua a mesma (2 a 8 anos), o relator incluiu novo caso: furto de equipamento ou instalação prejudicando o funcionamento de serviços de telecomunicações, energia elétrica, abastecimento de água, saúde e transporte público. Nessa qualificação seria enquadrado, por exemplo, o furto de fiação elétrica.

Já o furto por meio de fraude com o uso de dispositivo eletrônico, os golpes virtuais, tem pena aumentada de reclusão de 4 a 8 anos para 4 a 10 anos. O texto também aumenta as penas de reclusão para outros furtos específicos:

veículo transportado a outro estado ou para o exterior: de 3 a 8 anos para 4 a 10 anos; e gado e outros animais de produção: 2 a 5 anos para 4 a 10 anos. Alfredo Gaspar cria ainda outros dois casos de furto com penas maiores: de animais domésticos, 4 a 10 anos; e de dispositivo eletrônico ou informático (celular, por exemplo), de 4 a 10 anos.

Contrário ao projeto, o deputado Glauber Braga (Psol-RJ) criticou o aumento de penas. “Vendem a ilusão de que o aumento da pena desses crimes diminui a violência. Final da década dos anos 90, 100 mil encarcerados. Hoje, 700 mil encarcerados. Isso aumentou a sensação de segurança?”, questionou.

Quanto ao crime de roubo, a pena geral de 4 a 10 anos passa para 6 a 10 anos, com aumento de 1/3 para duas novas situações semelhantes à do furto: equipamentos ou instalações ligadas a serviços públicos e roubo de dispositivo eletrônico ou informático.

Latrocínio Quando o roubo ocorrer com violência e dela resultar lesão grave, a pena atual de 7 a 18 anos passará para 16 a 24 anos se o projeto virar lei.

No caso do latrocínio (roubo seguido de morte da vítima), o condenado pode pegar de 24 a 30 anos. Hoje a pena é de 20 a 30 anos.

“Meu avô foi vítima de latrocínio e em homenagem a ele eu quero deixar este projeto. Não é pobre que rouba, não. É mau-caráter que rouba, principalmente os mais pobres”, afirmou Kim Kataguiri.

Para o deputado Helder Salomão (PT-ES), o projeto cria uma equiparação entre penas de crimes contra o patrimônio e de crimes contra a vida. “É preciso que haja o combate à impunidade, mas o aumento de pena não é a solução para o aumento da criminalidade no País”, afirmou.

Receptação O crime de receptação de coisa obtida por meio de um crime, que é quando alguém recebe para revender o bem, por exemplo, passa de 1 a 4 anos para 2 a 6 anos.

Quando a receptação for de animal de produção, a pena para esse crime passará de 2 a 5 anos de reclusão para 3 a 8 anos.

É criado ainda o crime específico de receptação de animal doméstico, com pena de 3 a 8 anos de reclusão.

O Código Penal passará a ter um novo caso de receptação qualificada, para os equipamentos ou instalações retiradas de serviços públicos (como fios retirados de linhas de trem). A pena será o dobro da pena geral de 2 a 6 anos de reclusão.

A pena por interromper serviço telefônico, telegráfico ou radiotelegráfico, atualmente de detenção de 1 a 3 anos, será de reclusão de 2 a 4 anos, com pena em dobro se o crime é cometido por ocasião de calamidade pública ou roubo ou destruição de equipamento instalado em torres de telecomunicação.

No crime de estelionato, com pena de 1 a 5 anos de reclusão, Gaspar introduz a tipificação específica de fraude bancária, definida como a cessão, gratuita ou com pagamento, de conta bancária para que nela transitem recursos destinados ao financiamento de atividade criminosa ou vindos dessa atividade.

Novo caso de estelionato qualificado é incluído para abranger os golpes aplicados por meio da internet ou redes sociais, como phishing (quando alguém clica em links falsos que roubam dados ou dinheiro), golpe do Pix e outros.

Assim, o condenado poderá pegar de 4 a 8 anos por esse tipo de fraude cometida com informações fornecidas pela vítima ou terceiro induzido a erro por meio de redes sociais, contatos telefônicos, envio de e-mail fraudulento, duplicação de dispositivo eletrônico ou aplicação de internet ou qualquer meio análogo.

Por fim, o projeto de lei acaba com dispositivo introduzido em 2019 no Código Penal que condiciona o início da ação penal para o crime de estelionato à representação da vítima.

Assim, a representação não dependerá da iniciativa da vítima, podendo ser apresentada pelo Ministério Público em qualquer situação. Atualmente, isso ocorre somente se o crime for contra a administração pública; criança ou adolescente; pessoa com deficiência mental; ou maior de 70 anos de idade ou incapaz.

Votos favoráveis (269):

Abilio Brunini (PL-MT)
Acácio Favacho (MDB-AP)
Adail Filho (Republicanos-AM)
Adilson Barroso (PL-SP)
Adolfo Viana (PSDB-BA)
Adriana Ventura (Novo-SP)
Adriano do Baldy (PP-GO)
Afonso Motta (PDT-RS)
AJ Albuquerque (PP-CE)
Alberto Fraga (PL-DF)
Alceu Moreira (MDB-RS)
Alex Manente (Cidadania-SP)
Alex Santana (Republicanos-BA)
Alfredo Gaspar (União-AL)
Aliel Machado (PV-PR)
Altineu Côrtes (PL-RJ)
Aluisio Mendes (Republicanos-MA)
Amália Barros (PL-MT)
Amaro Neto (Republicanos-ES)
Amom Mandel (Cidadania-AM)
Ana Paula Leão (PP-MG)
André Fernandes (PL-CE)
Andreia Siqueira (MDB-PA)
Antonio Andrade (Republicanos-TO)
Antonio Carlos R. (PL-SP)
Any Ortiz (Cidadania-RS)
Arthur O. Maia (União-BA)
Átila Lins (PSD-AM)
Átila Lira (PP-PI)
Augusto Puppio (MDB-AP)
Baleia Rossi (MDB-SP)
Bebeto (PP-RJ)
Benes Leocádio (União-RN)
Beto Pereira (PSDB-MS)
Beto Richa (PSDB-PR)
Bia Kicis (PL-DF)
Bibo Nunes (PL-RS)
Bruno Farias (Avante-MG)
Bruno Ganem (Podemos-SP)
Caio Vianna (PSD-RJ)
Cap. Alberto Neto (PL-AM)
Capitão Alden (PL-BA)
Carla Zambelli (PL-SP)
Carlos Chiodini (MDB-SC)
Carlos Gaguim (União-TO)
Caroline de Toni (PL-SC)
Cb Gilberto Silva (PL-PB)
Cel. Chrisóstomo (PL-RO)
Celso Russomanno (Republicanos-SP)
Chris Tonietto (PL-RJ)
Clarissa Tércio (PP-PE)
Claudio Cajado (PP-BA)
Cleber Verde (MDB-MA)
Cobalchini (MDB-SC)
Coronel Assis (União-MT)
Coronel Fernanda (PL-MT)
Coronel Meira (PL-PE)
Coronel Telhada (PP-SP)
Covatti Filho (PP-RS)
Cristiane Lopes (União-RO)
Da Vitoria (PP-ES)
Dagoberto Nogueira (PSDB-MS)
Dal Barreto (União-BA)
Damião Feliciano (União-PB)
Daniel Agrobom (PL-GO)
Daniel Freitas (PL-SC)
Daniel Trzeciak (PSDB-RS)
Daniela Reinehr (PL-SC)
Def. Stélio Dener (Republicanos-RR)
Del. Éder Mauro (PL-PA)
Del. Fabio Costa (PP-AL)
Del. Matheus L. (União-PR)
Delegada Ione (Avante-MG)
Delegado Bilynskyj (PL-SP)
Delegado Caveira (PL-PA)
Delegado Marcelo (União-MG)
Delegado Palumbo (MDB-SP)
Delegado Ramagem (PL-RJ)
Diego Andrade (PSD-MG)
Diego Garcia (Republicanos-PR)
Dilceu Sperafico (PP-PR)
Dimas Fabiano (PP-MG)
Domingos Sávio (PL-MG)
Dr Fernando Máximo (União-RO)
Dr. Allan Garcês (PP-MA)
Dr. Benjamim (União-MA)
Dr. Frederico (Patriota-MG)
Dr. Jaziel (PL-CE)
Dr. Luiz Ovando (PP-MS)
Dr. Zacharias Calil (União-GO)
Duarte Jr. (PSB-MA)
Eduardo Velloso (União-AC)
Eduardo Bolsonaro (PL-SP)
Eli Borges (PL-TO)
Ely Santos (Republicanos-SP)
Emanuel Pinheiro N (MDB-MT)
Emidinho Madeira (PL-MG)
Eros Biondini (PL-MG)
Evair de Melo (PP-ES)
Fábio Macedo (Podemos-MA)
Fabio Reis (PSD-SE)
Fabio Schiochet (União-SC)
Fábio Teruel (MDB-SP)
Felipe Becari (União-SP)
Félix Mendonça Jr (PDT-BA)
Fernando Monteiro (PP-PE)
Fernando Rodolfo (PL-PE)
Filipe Barros (PL-PR)
Filipe Martins (PL-TO)
Flávia Morais (PDT-GO)
Franciane Bayer (Republicanos-RS)
Fred Costa (Patriota-MG)
Fred Linhares (Republicanos-DF)
Gabriel Mota (Republicanos-RR)
General Girão (PL-RN)
General Pazuello (PL-RJ)
Geovania de Sá (PSDB-SC)
Geraldo Mendes (União-PR)
Gerlen Diniz (PP-AC)
Gilberto Abramo (Republicanos-MG)
Gilson Daniel (Podemos-ES)
Gilson Marques (Novo-SC)
Gilvan da Federal (PL-ES)
Gilvan Maximo (Republicanos-DF)
Giovani Cherini (PL-RS)
Gisela Simona (União-MT)
Gustavo Gayer (PL-GO)
Gustinho Ribeiro (Republicanos-SE)
Gutemberg Reis (MDB-RJ)
Helio Lopes (PL-RJ)
Henderson Pinto (MDB-PA)
Idilvan Alencar (PDT-CE)
Ismael (PSD-SC)
Ismael Alexandrino (PSD-GO)
Iza Arruda (MDB-PE)
Jeferson Rodrigues (Republicanos-GO)
Jefferson Campos (PL-SP)
João Leão (PP-BA)
João Maia (PL-RN)
Joaquim Passarinho (PL-PA)
Jonas Donizette (PSB-SP)
Jones Moura (PSD-RJ)
Jorge Braz (Republicanos-RJ)
Jorge Goetten (PL-SC)
José Nelto (PP-GO)
Juarez Costa (MDB-MT)
Julia Zanatta (PL-SC)
Juninho do Pneu (União-RJ)
Junio Amaral (PL-MG)
Júnior Ferrari (PSD-PA)
Kim Kataguiri (União-SP)
Lafayette Andrada (Republicanos-MG)
Lázaro Botelho (PP-TO)
Lebrão (União-RO)
Leo Prates (PDT-BA)
Leur Lomanto Jr. (União-BA)
Lincoln Portela (PL-MG)
Lucas Redecker (PSDB-RS)
Luis Carlos Gomes (Republicanos-RJ)
Luis Tibé (Avante-MG)
Luiz Carlos Busato (União-RS)
Luiz Carlos Hauly (Podemos-PR)
Luiz Carlos Motta (PL-SP)
Luiz Fernando (PSD-MG)
Luiz Lima (PL-RJ)
Luiz P. O. Bragança (PL-SP)
Magda Mofatto (Patriota-GO)
Marangoni (União-SP)
Marcel van Hattem (Novo-RS)
Marcelo Álvaro (PL-MG)
Marcelo Crivella (Republicanos-RJ)
Marcelo Moraes (PL-RS)
Marcelo Queiroz (PP-RJ)
Marcio Alvino (PL-SP)
Márcio Correa (MDB-GO)
Márcio Marinho (Republicanos-BA)
Marco Brasil (PP-PR)
Marcos Pollon (PL-MS)
Marcos Tavares (PDT-RJ)
Mario Frias (PL-SP)
Mário Heringer (PDT-MG)
Marussa Boldrin (MDB-GO)
Marx Beltrão (PP-AL)
Maurício Carvalho (União-RO)
Mauricio do Vôlei (PL-MG)
Mauricio Marcon (Podemos-RS)
Mauro Benevides Fo. (PDT-CE)
Mendonça Filho (União-PE)
Messias Donato (Republicanos-ES)
Miguel Lombardi (PL-SP)
Misael Varella (PSD-MG)
Murillo Gouvea (União-RJ)
Neto Carletto (PP-BA)
Newton Cardoso Jr (MDB-MG)
Nikolas Ferreira (PL-MG)
Osmar Terra (MDB-RS)
Ossesio Silva (Republican-PE)
Otoni de Paula (MDB-RJ)
Otto Alencar Filho (PSD-BA)
Pastor Diniz (União-RR)
Pastor Eurico (PL-PE)
Pastor Gil (PL-MA)
Paulinho Freire (União-RN)
Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)
Paulo Freire Costa (PL-SP)
Paulo Litro (PSD-PR)
Paulo Magalhães (PSD-BA)
Pedro Aihara (Patriota-MG)
Pedro Westphalen (PP-RS)
Pezenti (MDB-SC)
Pinheirinho (PP-MG)
Pompeo de Mattos (PDT-RS)
Pr. Marco Feliciano (PL-SP)
Prof. PauloFernando (Republicanos-DF)
Professor Alcides (PL-GO)
Rafael Prudente (MDB-DF)
Rafael Simões (União-MG)
Raimundo Santos (PSD-PA)
Reinhold Stephanes (PSD-PR)
Renilce Nicodemos (MDB-PA)
Ricardo Abrão (União-RJ)
Ricardo Ayres (Republicanos-TO)
Ricardo Maia (MDB-BA)
Ricardo Silva (PSD-SP)
Roberta Roma (PL-BA)
Roberto Duarte (Republicanos-AC)
Roberto Monteiro (PL-RJ)
Robinson Faria (PL-RN)
Rodolfo Nogueira (PL-MS)
Rodrigo de Castro (União-MG)
Rodrigo Estacho (PSD-PR)
Rodrigo Gambale (Podemos-SP)
Rodrigo Valadares (União-SE)
Romero Rodrigues (Podemos-PB)
Rosana Valle (PL-SP)
Rosângela Moro (União-SP)
Rosângela Reis (PL-MG)
Samuel Viana (PL-MG)
Sanderson (PL-RS)
Sargento Fahur (PSD-PR)
Sargento Portugal (Podemos-RJ)
Saulo Pedroso (PSD-SP)
Sergio Souza (MDB-PR)
Sgt. Gonçalves (PL-RN)
Sidney Leite (PSD-AM)
Silvia Cristina (PL-RO)
Silvia Waiãpi (PL-AP)
Silvye Alves (União-GO)
Simone Marquetto (MDB-SP)
Socorro Neri (PP-AC)
Soraya Santos (PL-RJ)
Thiago de Joaldo (PP-SE)
Thiago Flores (MDB-RO)
Tião Medeiros (PP-PR)
Tiririca (PL-SP)
Vermelho (PL-PR)
Vicentinho Júnior (PP-TO)
Vinicius Carvalho (Republicanos-SP)
Vinicius Gurgel (PL-AP)
Vitor Lippi (PSDB-SP)
Weliton Prado (Solidariedade-MG)
Wilson Santiago (Republicanos-PB)
Yandra Moura (União-SE)
Yury do Paredão (PL-CE)
Zé Silva (Solidariedade-MG)
Zé Trovão (PL-SC)
Zé Vitor (PL-MG)
Zé Haroldo Cathedral (PSD-RR)
Zucco (Republicanos-RS)

https://38170d90aad645ea2a234fa79558e2aa.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-40/html/container.html

Votos contrários (87):

Airton Faleiro (PT-PA)
Alencar Santana (PT-SP)
Alfredinho (PT-SP)
Alice Portugal (PCdoB-BA)
Ana Paula Lima (PT-SC)
Ana Pimentel (PT-MG)
André Figueiredo (PDT-CE)
André Janones (Avante-MG)
Arlindo Chinag lia (PT-SP)
Bacelar (PV-BA)
Bandeira de Mello (PSB-RJ)
Benedita da Silva (PT-RJ)
Bohn Gass (PT-RS)
Camila Jara (PT-MS)
Carlos Veras (PT-PE)
Carlos Zarattini (PT-SP)
Célia Xakriabá (PSOL-MG)
Chico Alencar (PSOL-RJ)
Daiana Santos (PCdoB-RS)
Dandara (PT-MG)
Del. Adriana A. (PT-GO)
Denise Pessôa (PT-RS)
Dilvanda Faro (PT-PA)
Dimas Gadelha (PT-RJ)
Dr Victor Linhalis (Podemos-ES)
Dr. Francisco (PT-PI)
Eduardo Bismarck (PDT-CE)
Elcione Barbalho (MDB-PA)
Eriberto Medeiros (PSB-PE)
Erika Hilton (PSOL-SP)
Erika Kokay (PT-DF)
Felipe Carreras (PSB-PE)
Fernanda Melchionna (PSOL-RS)
Fernando Mineiro (PT-RN)
Flávio Nogueira (PT-PI)
Gervásio Maia (PSB-PB)
Glauber Braga (PSOL-RJ)
Guilherme Uchoa (PSB-PE)
Ivan Valente (PSOL-SP)
Ivoneide Caetano (PT-BA)
Jack Rocha (PT-ES)
Jandira Feghali (PCdoB-RJ)
João Daniel (PT-SE)
Joseildo Ramos (PT-BA)
Josenildo (PDT-AP)
Juliana Cardoso (PT-SP)
Kiko Celeguim (PT-SP)
Laura Carneiro (PSD-RJ)
Leonardo Monteiro (PT-MG)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Lindenmeyer (PT-RS)
Lucas Ramos (PSB-PE)
Luiza Erundina (PSOL-SP)
Luizianne Lins (PT-CE)
Marcelo Lima (PSB-SP)
Márcio Honaiser (PDT-MA)
Márcio Jerry (PCdoB-MA)
Maria Arraes (Solidaried-PE)
Meire Serafim (União-AC)
Merlong Solano (PT-PI)
Miguel Ângelo (PT-MG)
Natália Bonavides (PT-RN)
Nilto Tatto (PT-SP)
Odair Cunha (PT-MG)
Orlando Silva (PCdoB-SP)
Padre João (PT-MG)
Pastor Henrique V. (PSOL-RJ)
Patrus Ananias (PT-MG)
Paulão (PT-AL)
Pedro Uczai (PT-SC)
Prof. Reginaldo V. (PV-DF)
Professora Luciene (PSOL-SP)
Reginete Bispo (PT-RS)
Reimont (PT-RJ)
Renildo Calheiros (PCdoB-PE)
Rogério Correia (PT-MG)
Roseana Sarney (MDB-MA)
Rubens Pereira Jr. (PT-MA)
Rui Falcão (PT-SP)
Tadeu Veneri (PT-PR)
Talíria Petrone (PSOL-RJ)
Tarcísio Motta (PSOL-RJ)
Túlio Gadêlha (Rede-PE)
Vicentinho (PT-SP)
Zé Neto (PT-BA)

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler