22.2 C
Brazil
Wednesday, April 10, 2024
HomeBRASILBrasil bate recorde de temperatura pelo quarto mês consecutivo

Brasil bate recorde de temperatura pelo quarto mês consecutivo

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Inmet destaca que período foi marcado por calor extremo em grande parte do país, devido à influência do fenômeno El Niño

BRUNO ESCOLASTICO/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOPopulares se refrescam em fonte na região central de São Paulo

Populares se refrescam em fonte na região central de São Paulo

temperatura média no Brasil alcançou um novo recorde pelo quarto mês consecutivo em outubro, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Entre julho e outubro, a diferença entre a temperatura registrada e a média histórica foi superior a 1ºC. No mês passado, a temperatura média observada no país foi de 26,4°C, 1,2°C acima da média histórica para o mês. Setembro foi o mês mais quente deste ano, com um desvio de 1,6°C acima da média histórica. A temperatura média registrada foi de 25,8°C, enquanto a média histórica era de 24,2°C. Em agosto, a temperatura média foi de 24,3°C, 1,4°C acima da média histórica. Em julho, foi de 23°C, mais de 1°C acima da média histórica.

Inmet destaca que esses meses foram marcados por calor extremo em grande parte do país e eventos de onda de calor, influenciados pelo fenômeno El Niño, que aquece as águas do Oceano Pacífico Equatorial e aumenta a temperatura em várias regiões do planeta. Além disso, o aumento da temperatura global da superfície terrestre e dos oceanos contribui para eventos climáticos cada vez mais extremos. Segundo o instituto, as perspectivas indicam que o ano de 2023 será o mais quente desde a década de 1960. Outros órgãos de meteorologia internacional também concordam com essa previsão, como o Serviço de Mudanças Climáticas Copernicus, da União Europeia. A tendência é de altas temperaturas em todo o mundo até novembro. É improvável que os dois últimos meses do ano revertam esse recorde.

Diante desse cenário, o Inmet emitiu um alerta de onda de calor, prevendo temperaturas 5°C acima da média pelo período de dois a três dias consecutivos. O alerta abrange áreas do Centro-Oeste e Sudeste do Brasil e é válido até pelo menos a próxima sexta-feira. A expectativa é que o forte calor continue até meados da próxima semana, podendo atingir temperaturas máximas acima de 42°C em alguns municípios, principalmente nos Estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler