15.4 C
Brazil
Tuesday, July 16, 2024
HomeGERALAssembleia promove palestra sobre endometriose e câncer do colo do útero para...

Assembleia promove palestra sobre endometriose e câncer do colo do útero para servidoras

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Orientações foram ministradas por duas enfermeiras

Porto Velho, RO – A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero), por meio da Secretaria de Modernização da Gestão, promoveu uma palestra sobre endometriose e câncer do colo do útero para as servidoras. As orientações foram ministradas por duas enfermeiras, na manhã desta quinta-feira (21), no Plenarinho 2.

A enfermeira Suyane Oliveira, mestre em biologia experimental, explicou sobre a endometriose, descrita pelo crescimento anormal do tecido endometrial fora do útero. Essa condição pode causar dores intensas e complicações na saúde reprodutiva.

A profissional ressaltou que, desde a primeira menstruação, há o senso comum de que a cólica gera dor. Com isso, nos casos de endometriose, as mulheres acabam normalizando um incômodo que limita suas atividades.

“Não é normal sentir uma dor incapacitante. A dor é subjetiva, mas quando uma mulher não consegue fazer suas atividades normais, é preciso buscar ajuda. A dor da endometriose vai além da cólica. Causa incômodos na bexiga e no intestino”, enfatizou.

Um profissional de saúde destacado ainda que, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma em cada dez mulheres no mundo tem endometriose, o equivalente a 190 milhões de pessoas em idade reprodutiva. De 30 a 50% apresentam infertilidade.

No Brasil, são de 6 a 10 milhões que sofrem da doença. Além da dor intensa e dos casos de infertilidade, as mulheres podem ter pequenos sangramentos vaginais pré-menstruais e menstruações com fluxo de sangue mais intenso ou mais prolongado do que o normal.

“A endometriose não tem cura, mas tem tratamento. É importante ter um diagnóstico precoce, fazer um tratamento adequado, para reduzir a dor, limitar a progressão da doença, preservar ou restaurar a fertilidade, enfim, para ter qualidade de vida”, concluiu.

Enfermeira Paula fala sobre o câncer do colo do útero ( Foto: Rafael Oliveira I Secom ALE/RO)

A palestrante Paula Carvalho, mestre em enfermagem, abordou sobre câncer do colo do útero, uma das principais preocupações em saúde feminina. É a terceira doença mais comum entre as mulheres no Brasil, atrás apenas do câncer de mama e colorretal.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), foram estimados 17.010 novos casos para cada ano do triênio 2023-2025. A prevenção desempenha um papel fundamental na luta contra o câncer do colo do útero.

A vacinação contra o HPV, exames de Papanicolau regulares, acompanhamento médico e educação sexual são medidas essenciais para identificar precocemente lesões pré-cancerosas e garantir o tratamento adequado.

Alguns sinais e sintomas de câncer de colo do útero são: sangramento vaginal anormal, dor durante o sexo e disfunção vaginal anormal. Nesse contexto, a enfermeira explicou sobre a identificação, diagnóstico e tratamento da doença.

“A vacina contra o HPV e o exame preventivo anual são fundamentais. Além disso, é importante manter bons hábitos de saúde, como alimentação mais saudável e atividades físicas”, destacou.

A agente de portaria, Claudia Andrade, de 47 anos, disse que a palestra é um momento importante para orientações e divulgação de informações que são positivas para o bem-estar das mulheres.

“Muitas mulheres não têm acesso a informações corretas, não têm conversas em casa, e não sabem como se cuidar. Com a palestra, recebemos conhecimento e podemos repassá-los para outras mulheres”, comentou.

A Assembleia aderiu às campanhas Março Amarelo (conscientização sobre endometriose) e Março Lilás (combate ao câncer do colo do útero), que destacam a importância do cuidado com a saúde da mulher.

“Esse é um trabalho de conscientização, para que as mulheres recebam informações, possam cuidar mais da saúde e também que possam alertar outras mulheres”, destacou a psicóloga da Alero, Letícia Rani.Fonte: ALE/RO

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler