19.6 C
Brazil
Thursday, May 30, 2024
HomeCAPITALSindsef convoca federais para intensificar mobilizações após governo rejeitar contraproposta da Campanha...

Sindsef convoca federais para intensificar mobilizações após governo rejeitar contraproposta da Campanha salarial 2024

Date:

Related stories

Inovação e sustentabilidade no campo serão apresentadas na Rondônia Rural Show Internacional

As instalações dos estandes no Centro Tecnológico Vandeci Rack,...

Prazo para regularizar o licenciamento anual de veículos com placa final 4 vai até dia 30

Detran-RO alerta motoristas para regularizar licenciamento anual. Motoristas e proprietários...

Começa hoje o julgamento que pode cassar o mandato de Sérgio Moro

A equipe de Moro informou que o senador não...
spot_imgspot_img

Porto Velho, RO – A Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO vai iniciar na próxima semana, mais uma maratona de reuniões com os servidores federais com objetivo de mobilizar a categoria para intensificar a luta pela recomposição salarial de pelo menos 7% de reajuste a ser implementado em 2024, já que a proposta foi rejeitada oficialmente pelo governo federal, em reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP), no dia 28/02.

“É inaceitável que na primeira reunião do ano, o governo não tenha uma proposta para 2024. Seguimos no impasse, o governo rejeita a proposta das entidades sindicais e os servidores rejeitam a falta de proposta do governo. Nos próximos dias, o Sindsef vai novamente se reunir com a base, pois é a base que decide o rumo e os próximos passos da campanha salarial”, afirma o presidente do Sindsef/RO, Almir José.

De acordo com a Condsef/Fenadsef – federação que representa os servidores federais – o secretário do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), José Lopez Feijóo disse que governo aguarda ainda a confirmação da arrecadação extra deste ano para a definição do reajuste a ser concedido em 2024.

A proposta das entidades sindicais é de recomposição no indíce entre 7% e 10%, a ser aplicado já em 2024.
O recuo em relação à contraproposta apresentada no fim de janeiro, é uma tentativa de assegurar que o reajuste seja implementado já em 2024, nem que seja a partir do segundo semestre e ainda garantir também que os reajustes em 2025 e 2026, explica o presidente do Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), Rudinei Marques.

Proposta do governo

Para este ano, o governo propôs apenas um aumento nos valores dos auxílios, com vigência a partir de maio. Com exceção do auxílio-saúde, os demais benefícios não contemplam aposentados e pensionistas e, por isso, há pressão dos servidores.

O MGI promete mais 9% de correção nos próximos dois anos, a serem pagos em duas parcelas de 4,5%: a primeira em maio de 2025 e a segunda em maio de 2026.

Calendário de reuniões do Sindsef

Subscribe

- Never miss a story with notifications

- Gain full access to our premium content

- Browse free from up to 5 devices at once

Latest stories

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

porn
london escorts
betoffice
uluslararası zati eşya taşımacılığı türkiyeden almanyaya ev taşıma uluslararası evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa evden eve nakliyat türkiyeden kıbrısa ev taşıma fiyatları türkiyeden ingiltereye evden eve nakliyat yurtdışına ev taşıma zati eşya taşımacılığı
deneme bonusu veren siteler